[1]
K. S. Alflen da Silva, “A INFLUÊNCIA JURÍDICA DO TEMPO NOS CONTRATOS DE LONGA DURAÇÃO”, Rev CEJ, jul. 2022.