[1]
P. R. Alflen da Silva e L. S. Schmitt Júnior, “PRINCÍPIO DA CONFIANÇA COMO CRITÉRIO EXCLUDENTE DE IMPUTAÇÃO OBJETIVA NO DIREITO PENAL E SEU EMPREGO NA JURISPRUDÊNCIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA”, Rev CEJ, jul. 2022.