[1]
A. El Tasse, “A FRAGILIDADE DOS FILTROS AO EXERCÍCIO DO PODER PUNITIVO NO ÂMBITO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR”, Rev CEJ, out. 2021.