[1]
E. Alcantara Pinto, “AUDIÊNCIAS PÚBLICAS NO STF: entre inovação e tradição”, Rev CEJ, maio 2021.