[1]
L. Ferraz, “PRESUNÇÃO DE SINGULARIDADE NA CONTRATAÇÃO DE ADVOGADOS PELA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E INAPLICABILIDADE DO DANO IN RE IPSA NAS AÇÕES DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA”, Rev CEJ, maio 2021.